Saiba como solicitar um financiamento mesmo com restrições no nome.

Posted by

Quer financiar um carro mas está com o nome restrito? Essa é uma situação que coloca as pessoas diante de cobranças constantes. Pior, com dificuldade de se obter crédito na praça. Até o financiamento de carro para negativado é mais difícil.

Por este motivo, vamos falar aqui sobre como conseguir retirar as restrições no nome e ter uma ideia de que forma pode tentar solicitar um financiamento mesmo com restrições no seu nome. Confira!

 

Como retirar as restrições do CPF?

A melhor solução para que você consiga financiar o carro em seu nome é retirando as restrições do CPF. Por mais alto que seja o valor, entre em contato com a empresa que cadastrou o seu nome nas agências de proteção ao crédito e proponha um parcelamento. O pagamento da primeira parcela já será suficiente para que o seu nome fique limpo.

Algumas empresas afirmam que a retirada do seu CPF das agências que protegem o crédito só poderá ocorrer depois que a dívida estiver totalmente quitada. Saiba que isso é uma inverdade, pois, por lei, elas têm até 5 dias úteis após o pagamento da entrada para retirar a acusação de dívida atrelada ao seu CPF do SPC e Serasa.

Posso tentar o financiamento mesmo com restrições?

Pode, mas as chances de ser recusado são maiores do que se você estivesse com o pagamento das suas contas e dívidas em dia. Uma das alternativas é tentar junto às pequenas instituições financeiras. Algumas podem não vetar o financiamento veicular se você tiver uma boa renda.

Destacamos que essa não é uma jornada fácil, pois você deverá percorrer muitas instituições financeiras até encontrar aquela disposta a conceder o crédito. Outra possibilidade é efetuar o financiamento em nome de uma terceira pessoa, de inteira confiança, afinal, o veículo será dela até que você quite as parcelas.

Para que não aconteçam problemas nessa negociação, redija um contrato de compra e venda documentando que você está comprando o veículo dessa pessoa e que o acordo é passá-lo para o seu nome assim que todo o financiamento for pago. Isso deixa a situação mais transparente e, ao mesmo tempo, legalizada.

Se você tiver empresa, também pode tentar o financiamento usando o CNPJ. Essa tentativa é válida, desde que a sua empresa também não tenha dívidas ou problemas com a Receita Federal. Nesse caso, o automóvel passa a ser considerado como patrimônio dela, o que não impede você de usar.